A Evolução

Depoimento Jorge: “Depois de usar a Sahara por algum tempo, ficou notório que para viagens e passeios em geral era necessário uma moto mais confortável, e assim veio a Shadow, afinal de contas, eu já tinha vontade de experimentar os modelos custons a um bom tempo. Mas depois de uma longa viagem, que será contada mais pra frente, percebemos que a Shadow não ía bem com o peso da bagagem e o banco judiava das partes baixas…
Retornei então para o estilo Trail, meu preferido pela versatilidade, e chegou então a Falcon.

Depois de alguns meses tentei novamente uma aposta no estilo custom, e comprei a Marauder. Usava a Falcom para trabalhar ou para fazer pequenos passeios dentro da cidade, onde o trânsito é mais intenso, e a Marauder era usada para viagens, pois a estrada é seu habitat natural, com certeza. Mas como manter duas motos custava muito caro, a Falcom teve de dançar…

Depois de alguns anos eu senti vontade de ter uma moto pequena e divertida novamente e foi aí que comprei minha primeira moto 0 km, a LanderX. Mas a fantástica Marauder já começava a dar sinais de cansaço, principalmente depois de uma viagem de 5.000 kms (Salvador – São Paulo – Salvador, abordada em outro post mais adiante) e eu começava a sonhar cada vez mais alto, “por que não uma viagem internacional?”

Para isso seria necessário uma moto com motor potente,  que tivesse grande autonomia e boa capacidade de carga, fosse confortável e muito segura, e é claro, muito gostosa de pilotar!
Missão impossível? Chega então minha segunda moto comprada novinha: a V-STROM!!!  e aos poucos vou equipando com tudo que ela tem direito…
Cordilheira dos Andes, lá vou eu… hehehe”

facebookyoutubemail

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>