Começando a mini aventura…

1º. Dia – 15.12.2012
Lauro de Freitas – Arraial d´Ajuda
 
Saíram de casa por volta das 05h30m, o caminho de 713 km seria percorrido em um dia e ainda queriam aproveitar o fim do dia na cidade do destino. O dia já estava claro, afinal, é verão na
Bahia.
 
 
 
 
Todos conheciam Arraial, Alexandre nunca tinha ficado hospedado no vilarejo e Jorge e Andréa tinham estado por lá em 2005, o casal lembrou que Arraial foi o destino de sua primeira aventura sobre duas rodas por estas bandas.
 

Optaram por usar somente as estradas, já que o Ferry-boat que liga Salvador à Ilha de Itaparica encontra-se em estado deplorável de atendimento, com longas esperas e, muitas vezes, com apenas 02 ou 03 embarcações funcionando.

 
A viagem foi tranquila, com inúmeras paradas para descanso e para hidratação regada a água de coco e uma alimentação leve, afinal o calor é intenso nesta época do ano nas terras baianas.
 
 

Por volta das 09h fizeram uma parada para avaliar o pneu da moto de Alexandre, que estava esvaziando. Ele utilizou tire repair, que funcionou por quase toda a viagem.

 

 

 

 

As queimadas e os rios secos dão uma demonstração da realidade que assola o Nordeste esta época do ano. As estradas estavam em boas condições, com poucos trechos que exigem mais atenção, entre eles a estrada que liga a BR 101 a Porto Seguro/Arraial/Trancoso, uma estrada belíssima, mas repleta de trechos com areia e muitas curvas.

 
Este Ipê
laranja faz parte da história de Jorge e Andréa. Abaixo desta árvore Andréa
fotografou Jorge e sua moto Shadow em 2005, na primeira aventura sobre duas rodas do casal por estas terras (veja o vídeo em https://aventurasemduasrodas.com.br/2010/10/viajando-sos.html).
 
Chegaram a Arraial por volta das 16h30minh, e a Pousada do Campo, escolhida para hospedagem, fica logo na entrada da Vila e que rendeu a primeira situação engraçada: Andréa pediu a orge que parasse para perguntar a localização da pousada. Assim o fizeram e ao questionar um morador sobre onde ficava a Pousada do Campo, este olhou para o outro lado da rua e disse: “Fica bem ali”. Já estavam em frente à pousada e não tinham visto. Isto já foi motivo de risos e piadas.
Os viajantes estavam um tanto preocupados em relação à pousada, pois ela foi localizada na
internet por Andréa, que pesquisou informações sobre suas condições, tendo boas referências, mas nunca se sabe o que se pode encontrar ao vivo. Para boa surpresa, a pousada é uma graça, simples, mas limpa, organizada, com ótimo chuveiro e cama confortável e um preço justo. Tudo que um viajante de moto precisa ao chegar ao seu destino. Os funcionários são muito prestativos e atenciosos, e sua localização é excelente, estando perto de tudo, porém distante o suficiente do agito noturno característico de Arraial.
 

Jantaram no restaurante Portinha (www.portinha.com.br), velho conhecido do casal Jorge e Andréa, pena que o self-service ocorre apenas no almoço, tiveram que comer um gigantesco filé à parmegiana!!!

Deram uma volta pela Rua Mucugê, mas o cansaço da viagem os fez dormir cedo. Afinal, tinham que aproveitar o dia seguinte!

Imagens desta aventura!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *