Voltando pra casa……

 5o. Dia – 19.12.2012

Arraial d´Ajuda – Itacaré

 
Acordaram por volta das 06h30minh, tomaram café e “levantaram acampamento”. Objetivo: chegar a Itacaré e ainda conseguir aproveitar uma prainha e uns passeios por lá.
 
Com tudo pronto, se despediram do pessoal da pousada, que foi muito hospitaleiro, e colocaram as rodas na estrada e as 08h30m já estavam a caminho do início da volta pra casa.
 
Mas no meio do caminho tinha uma lombada, tinha uma lombada no meio do caminho……….
 
A cerca de 16 km de Arraial, a equação: estrada com curvas + lombada + falta de sinalização + areia na pista, foi um obstáculo e tanto, que acabou causando a queda de Motta.
 
Depois do enorme susto e de saber que tudo estava bem (ou pelo menos parecia estar), restou tentar seguir viagem. Com certa dificuldade e a tensão do primeiro acidente, os viajantes conseguiram chegar até próximo a Itabuna, onde decidiram acionar o seguro.
 
Após aguardarmos por algumas horas, Motta seguiu viagem com o táxi da seguradora, depois de despachar a moto de guincho. Nessas horas percebemos a importância de um bom seguro.
 
Aqui a viagem chegava ao fim para Alexandre, mas Jorge e Andréa ainda precisavam seguir. Tensos, com todo o ocorrido, continuaram até o anoitecer. Ambos queriam rodar o máximo possível, pensando em chegar de volta o quanto antes.
 
Encontraram um hotel simples de estrada, em Gandu, mas, para surpresa de ambos, com uma boa e aconchegante sopa de jantar, tudo que precisavam para tentar relaxar e dormir um pouco. Mas foi uma longa noite…
 

Depoimento de Andréa: “Foi horrível, meu coração disparou. Eu desci da moto e fui até o Mota, que estava no chão, nem me lembro de como. Nunca tinha passado por isso, em kms de viagem, já tínhamos vivenciado pequenos acidentes, mas eu nunca tinha visto de perto, ocorreram em momentos em que estávamos distantes. Mas ali não, vimos tudo e é um susto, um choque, um desespero até termos certeza de que tudo está bem, ou não tão grave. Realmente foi um momento difícil. Uma longa noite sem conseguir dormir, pensando que ainda tínhamos que chegar em casa”.

 

6º. Dia – 20.12.2012 – Fim da viagem

Jorge e Andréa acordaram cedo, tomaram o café da manhã e subiram na moto, pensando apenas em chegar, sãos e salvos.

Chegaram a Lauro de Freitas por volta das 15h. Agradecidos por estarem de volta!!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *