Todos os post de Aventuras em duas rodas

Jorge e Andréa são Paulistas da Capital, casados há mais de 20 anos, residem em Lauro de Freitas, Cidade próxima a Salvador, Bahia, fazem 13 anos. Ele, 48 anos, Design Automotivo; ela, 44 anos, Psicóloga e Professora Universitária. Este site irá contar suas histórias, sonhos e aventuras sobre duas rodas, suas emoções, os lugares desbravados e por desbravar, através de textos e imagens.

Ainda em viagem solo!

2º. Dia – 29.11.2010
Governador Valadares – São Paulo
Jorge sai de Governador Valadares por volta das 7h. Em uma longa caminhada é sempre bom dar uma paradinha para um cafezinho…
2010-Viagem-ao-Atacama-%2828%29
Prestem atenção no tamanho deste “pãozinho” que Jorge encontrou pelo caminho (compare com a garrafa de água!). E a gente que achava que mineiro gostava de pão de queijo rsrsrsrsrs
2010-Viagem-ao-Atacama-%2829%29
A viagem foi tranqüila até próximo ao Estado de São Paulo, onde deu início uma chuva torrencial, boa para testar a roupa comercializada como Impermeável; o que foi constatado como sendo propaganda enganosa, é MENTIRA, tanto a Jaqueta Tutto como a calça Zebra não conseguiram dar conta da água e encharcaram, mostrando que a impermeabilidade divulgada tem um limite (pequeno).
Durante a viagem, aproveita para tirar umas fotos da paisagem e das estradas.
2010-Viagem-ao-Atacama-%2833%29
Mas para aparecer, só mesmo “foto Orkut”, sabe? daquelas que a gente tira de si mesmo…
2010-Viagem-ao-Atacama-%2842%29
Jorge chegou à casa de seus pais por volta de 20h, também aproveitando o horário de verão que mantém o dia claro até mais tarde. Ao chegar a São Paulo já se deparou com o caótico trânsito, no horário de maior movimento, o que lhe cansou e estressou mais que a viagem toda! Bem vindo a SAMPA!!!
Chegar ao destino final (ou inicial) em dois dias também foi útil para que Jorge pudesse treinar o corpo e perceber as dificuldades, limitações e mudanças para melhorar seu desempenho de andar por mais de 1000 km em um dia.
2010-Viagem-ao-Atacama-%2855%29
Depoimento Jorge:
“Estava quebrado, mas graças a Deus cheguei! A moto chegou perfeita, impecável. Neste segundo dia de viagem foi mais tranqüilo. A pista toda duplicada facilita muito as coisas. Hoje os caminhões nem me jogaram pra fora da pista! hehehe…    Malditos!
Mas também passei pelo momento mais estressante de toda a viagem até aqui. A partir da divisa de MG e SP uma chuva torrencial até chegar a Guarulhos, onde ela diminuiu, mas não parou. Os carros andavam a 60, 70 km/h, pois não havia visibilidade, além dos lençóis de água que se formavam na pista que não dava conta de escoar toda aquela água. Ponto para os excelentes pneus Anakee II da Michelin que também foram impecáveis até aqui.
Cheguei a SP em pleno horário de “rush”. Cena no mínimo engraçada: eu andando pelo corredor dos carros no caótico trânsito de São Paulo com aquela moto e os baús laterais. Em poucos segundos se formava uma fila de motoboys atrás de mim e eu tinha de entrar na faixa dos carros para desentupir o corredor. Alguns agradeciam a passagem que eu oferecia, outros passavam xingando…Quando parei a moto na garagem da casa de meus pais e pude relaxar da tensão de toda aquela chuva e trânsito, o cansaço daqueles dois dias de viagem caiu sobre mim de uma só vez. Realmente eu precisava de um bom banho e uma cama para desmaiar! 1ª parte da aventura concluída com êxito!!!”
2010-Viagem-ao-Atacama-%2843%29

 

Total de Km Rodados: 950

Abastecimento: 65 litros

Pedágios: 11 – R$ 12,20
Hospedagem: Casa dos Pais: Valor da diária: Grátis
10 estrelas. Aconchegante, cuidado total
Gasto total (com alimentação): R$ 175,00
facebookyoutubemail

Pé na estrada!!! Quer dizer: DUAS RODAS NA ESTRADA!!!

1º. Dia – 28.12.2010

Lauro de Freitas – Governador Valadares

A contagem regressiva zerou….

Chega o grande dia: Jorge inicia a viagem em 28.11 em direção a Governador Valadares – MG, são mais de 1000 km viajando sozinho.

O dia amanhece em Lauro de Freitas  e a galera do Moto Clube Rota 99 acorda cedo para participar do início da viagem, como forma de enviar boas energias para que esta aventura se realize com muito sucesso.
2010-Viagem-ao-Atacama-%2815%29

 

 

 

O encontro de saída foi marcado para as 5h., mas o “ator” principal se atrasou, chegando as 5:10h. Começa então o primeiro trecho da viagem. Saem em direção a Santo Estevão – BA.

2010-Viagem-ao-Atacama-%283%29

 

2010-Viagem-ao-Atacama-%2817%29
É tocante ver a participação dos amigos, suas vibrações positivas e a torcida pela conquista deste objetivo. Jorge e Andréa se emocionam diante de tamanho carinho. E com a saída dos amigos, escoltando Jorge, dá início esta grande aventura que ainda estava apenas começando.

Depoimento Andréa:

“Eu fico lá, dentro do carro, olhando aqueles “grandes” motociclistas saindo, todos em busca da mesma emoção: andar sobre duas rodas. Meus olhos se enchem de lágrimas, estou feliz com o que vejo: maior demonstração de que o que vale mesmo são os amigos que plantamos, pois no momento da colheita, podemos presenciar cenas como essa! Acho que em todos estes anos com Jorge, nunca o tinha visto tão, tão feliz!!!”
O objetivo era tomar o café da manhã nesta cidade, porém os locais conhecidos pelos baianos de plantão ainda estavam fechados e a saída foi parar em outro lugar: uma lanchonete de posto de estrada, nada convidativa rsrsrsrsr.

Jorge, a partir daí, segue viagem… A moto agora está só!

2010-Viagem-ao-Atacama-%2826%29

A primeira etapa se finaliza, Jorge chega em Governador Valadares por volta das 19h. Mesmo pilotando o trecho final já à noite, optou por chegar ao destino, aproveitando as boas condições da estrada. A viagem, segundo ele, foi cansativa, muitos caminhões circulando; mas o clima também ajudou: nublado sem chuvas, e o desempenho da moto foi excelente, mesmo carregada (e pesada) não desapontou.

2010-Viagem-ao-Atacama-%2838%29
Durante a viagem, Jorge parou para alongar o corpo e para garantir conseguir finalizar este primeiro trecho sem muito sofrimento e pensando que no dia seguinte a viagem continua.
Depoimento Jorge:
“Não foi fácil, mas consegui fazer os primeiros 1080 kms em um único dia. A Moto se comportou extremamente bem. Eta moto boa!!! Carregou aquele monte de malas como se nem estivessem lá. Nas deliciosas curvas da BR 116 durante o trecho entre a divisa Bahia / Minas Gerais até Belo Horizonte ela parecia uma esportiva de tanto que deitava. Parecia uma Srad!! hehehehe…   Tá bom, um pouco menos…  Mas deu pra até para tirar os “cabelinhos” das laterais dos pneus novos, até aqueles que ficam no limite da banda de rodagem. Não sei como os baús laterais não rasparam no chão! hehehehe.
Não consegui encontrar um único buraco na estrada entre a Bahia e São Paulo. A pista está um tapete. Em vários trechos ela está com o asfalto tão novo que ainda não estão pintados os limites laterais e a sinalização ainda está um pouco falha, mas o piso está perfeito. Garantia de viagem gostosa, durante o dia. Garantia de suicídio à noite! Nos locais onde não há marcações na pista fica impossível distinguir onde é pista e onde é precipício na escuridão da noite. Passei por alguns acidentes muito feios com caminhões, resultado da noite anterior.
Mas o cansaço foi grande. Nos últimos 250 kms o prazer da viagem se transformou em sacrifício. Mas o que importa agora é que cheguei bem. Me resou descansar e tentar esquecer que no dia seguinte teria mais 1000 kms pela frente…”
“Agradecemos a todos pela torcida, pela preocupação e pelo carinho!!”
Total de Km Rodados: 1080
Abastecimento: 76 litros
Pedágios: 3 – Total de R$ 2,80
Hospedagem: Ibituruna Hotel – Valor da diária: R$ 50,00
01 Estrela – Bom exclusivamente para um bom banho e passar a noite.
Gasto total (com alimentação): R$ 202,00
facebookyoutubemail